Planejamento Financeiro: Como cuidar de seu negócio em 2021

Compartilhe

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Se preparar para todas as possibilidades é parte essencial de um negócio. Com um bom planejamento financeiro, é possível reduzir os riscos.

É muito comum procurarmos paralelos no planejamento financeiro pessoal ao falar de negócios. Isso pode ser bastante arriscado, já que pessoas físicas têm objetivos diferentes de empresas.

Além disso, deve se somar a variedade de público de um empreendimento, que torna um bom planejamento ainda mais complexo.

Por isso, neste texto você poderá entender melhor como planejar financeiramente seu negócio para 2021. Confira!

Planejamento financeiro da sua empresa

Se você é um(a) gestor(a), provavelmente já sentiu na pele o impacto de um bom planejamento financeiro. Portanto, sabe que fazê-lo com inteligência é essencial.

Para isso, é necessário pensar alguns passos à frente do seu atual momento. Isso é definitivo para que a empresa não tenha nenhuma surpresa e cresça sempre de forma saudável. Nesse contexto, a chave para o sucesso é ser realista e racional.

Em meio a esses fatores, devido à crise causada pelo novo coronavírus, empresas aumentaram suas dívidas. Isso deixa cada vez mais evidente como estar preparado é importante. Conseguir diminuir esse impacto não será uma tarefa simples. Ainda assim, com planejamento é possível.

Por isso, é hora de entender as boas práticas financeiras e estratégias de planejamento para não correr riscos.

Como fazer o planejamento financeiro de sua empresa

Para começar a gestão das finanças de sua empresa, você deve buscar o maior número de informações possível. Essa dica, naturalmente, vale para tudo. Ainda assim, ela é especialmente importante quando falamos de planejamento financeiro.

Conhecer seu orçamento, sua equipe, sua estrutura, seus gastos fixos e variáveis… Todos esses dados terão impacto em um bom planejamento.

Junto a isso, você pode — e deve! — aplicar métodos com efeito comprovado. Comece com um bom controle do seu fluxo de caixa. Isso será fundamental para avaliações futuras. Também é interessante se manter atento às variações de gastos previsíveis de fornecedores e impostos, por exemplo.

Por maiores que sejam as particularidades do seu negócio, ferramentas como podem aumentar a previsibilidade das suas ações e diminuir os riscos. Unidas a boas práticas de planejamento financeiro, elas serão grandes aliadas.

Dicas para o seu planejamento financeiro

Agora, se você está procurando começar o mais rápido possível seu planejamento para 2021, fique atento a algumas estratégias importantes nesse processo. Abaixo, você confere dicas de como se organizar e ter um ano próspero para a sua empresa. Fique atento!

Avalie o último ano

Sim, 2020 foi um ano muito atípico. Em todos os sentidos, é difícil utilizá-lo como base para fazer projeções. Ainda assim, ele pode render avaliações interessantes.

Se o seu segmento foi muito afetado pela pandemia, observar gastos que foram cortados pode te ajudar a pensar no seu planejamento financeiro:

  • Quais deles podem continuar assim?
  • Quais podem retornar com uma redução?

Tudo isso irá auxiliar no momento de fazer projeções.

Você também pode dar uma atenção especial aos pontos fortes do seu negócio no último ano. Observe os produtos ou serviços que continuaram dando um bom retorno e avalie se não é interessante investir mais neles.

Nesse caso, é importante possuir bons critérios para mensurar a eficiência desses investimentos. Avaliar recortes de tempo diferentes (como semanais e mensais) é uma forma de identificar os melhores momentos para determinadas ações.

Encontre onde melhorar

Assim como é muito produtivo observar suas forças, também é interessante ficar de olho nas fraquezas. Encontre, no seu último ano, gastos desnecessários e onde estão os custos mais altos. Aqui, você não deve ter medo de negociar com fornecedores, por exemplo. É possível manter uma negociação saudável que beneficie todas as partes, especialmente com aqueles que você possui uma relação sólida.

Junto a isso, reavalie gastos fixos. Sua estrutura física realmente condiz com o tamanho da sua operação? Se você se adaptou para o e-commerce no decorrer deste ano, é possível tentar reduzir custos, como o aluguel. Isso pode impactar igualmente alguns gastos variáveis — caso da energia e da manutenção. Hoje, a variedade de facilidades transformou as vendas online em uma alternativa financeiramente atrativa para os varejos.

Estabeleça metas

É impossível fazer um planejamento financeiro sem definir objetivos. Suas metas serão decisivas para todas as tomadas de decisão no negócio. Contudo, elas devem ser realistas.

Sua projeção de orçamento deverá considerar quanto você espera lucrar em um ano, e quais metas você deve atingir para chegar lá. Por isso, pensar em objetivos impossíveis pode gerar um grande problema.

Com uma expectativa de arrecadação, é possível definir quanto e onde investir. Mas não se esqueça que esse dinheiro será gasto gradualmente durante todo o ano. Portanto, pensar em cenários irreais pode produzir e agravar dívidas.

Para não correr esse risco, avalie principalmente dois fatores: o seu negócio e o mercado. A partir da avaliação dos anos anteriores da sua empresa e as expectativas do seu mercado, defina onde você espera chegar e como pode fazer isso.

Use as ferramentas certas

Você já deve estar cansado de ouvir os benefícios em digitalizar processos. Isso se estende também para o planejamento fiscal. Portanto, é importante se manter atualizado.

Uma série de ferramentas digitais gratuitas estão disponíveis e são ótimas saídas para aprimorar o planejamento de orçamento e estoque. Ainda que sejam úteis as planilhas digitais já não são mais a melhor — nem a única — maneira para organizar a sua gestão.

Não à toa, o e-commerce vem se tornando cada vez mais popular e, principalmente, simples. Enquanto métodos de pagamento digital facilitam as transações online, ferramentas de logística podem melhorar a organização dos estoques e os envios de encomendas. Dessa forma, é possível diminuir gastos e, principalmente, tornar o planejamento financeiro mais sofisticado.

Comece já!

Agora você possui um bom ponto de partida para começar o seu planejamento financeiro para 2021. Então, é hora de colocá-lo em prática. Para isso, continue buscando se atualizar. Aqui e em outros meios, é sempre possível aprimorar seu conhecimento em planejamento. Além disso, é fundamental estar atualizado às ferramentas capazes de aprimorar suas vendas.

Quer continuar nessa jornada? Confira nossos conteúdos e aprenda mais sobre pagamentos online e finanças para melhorar a saúde financeira do seu negócio. Médias e pequenas empresas podem ter um ano muito bem-sucedido se mantiverem as contas na ponta do lápis e acompanharem as inovações do mercado. Não perca tempo! Comece o seu planejamento financeiro agora.

Posts recomendados
Deixe um comentário