fbpx

Paschoalotto reduz em 70% o tempo de atendimento de uma grande instituição financeira

Compartilhe

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
O nosso time de tecnologia, mais uma vez, ganha destaque entre os principais bancos do país e gera grandes resultados. 

Você já ouvir falar em “bots”? Bots nada mais são do que robôs virtuais programados para exercer determinadas funções com mais eficiência.  

Ou seja, eles automatizam processos que antes eram feitos por humanos e conseguem executar em um curto período de tempo. Além disso, são capazes de diminuir erros em até 99%.  

Os bots têm evoluído cada vez mais e estão mais intuitivos, pois usam tecnologias como machine learning e inteligência artificial. 

Pensando na redução de erros, na automação de processos e segurança para os nossos clientes, o time de tecnologia da Paschoalotto desenvolveu 20 bots com funções específicas para centralização dos dados. O que possibilitou aos nossos operadores, que trabalhavam em quatro processos diferentes e desconexos, utilizarem apenas um. 

Assim, geramos uma solução com menos tempo de treinamento, menos complexidade e mais resultado para o nosso parceiro. Impactando na diminuição de cerca de 70% do tempo de atendimento. Pois, um atendimento ágil melhora não só a experiência do cliente, como também os nossos resultados internos. 

Portanto, o que antes era feito em torno de quatro minutos, passou a ser realizado, em média, em um minuto e meio.  

Esses bots foram desenvolvidos e implementados para atender uma grande instituição financeira do Brasil. 

Mais uma vez, a nossa equipe de desenvolvimento demonstrou que, inovação, solução e tecnologia andam lado a lado para conseguir grandes resultados. 

  

O que são bots? 

Como falamos no começo desse artigo, os bots são robôs virtuais programados para exercer determinadas funções com mais agilidade. 

Eles automatizam processos, realizam inúmeras tarefas em pouco tempo e até atendem às dúvidas de clientes sem grandes dificuldades. 

E por que usar um bot? 

Além dos benefícios que já citamos acima, os bots, geralmente, são fáceis e baratos de produzir, têm baixo custo de manutenção e são altamente configuráveis. 

Imagina poder contar com a força de um bot para atender milhares de pessoas ou para executar processos que você faria manualmente e levaria muito tempo? 

 

Para que servem os bots? 

Os bots são extremamente úteis para alcançar objetivos de forma mais rápida. 

Entre as suas principais funcionalidades estão: 

  • Automatizar processos; 
  • Realizar mais tarefas em menos tempo; 
  • Fazer pesquisas de mercado; 
  • Reduzir custos;
  • Identificar oportunidade de negócios; 
  • Impulsionar a qualificação de leads; 
  • Atender clientes, simulando pessoas de verdade (chatbots). 

 

“Os bots desenvolvidos pela nossa equipe de tecnologia e desenvolvimento, permitiu que todo processo manual que corria o risco de ter desvios e fraudes, além de mais trabalhoso, pudesse se transformar em apenas uma etapa automatizada e com muito mais segurança e resultado”, explica Tadeu Figueiredo, Head de Desenvolvimento da Paschoalotto. 

A Paschoalotto conta com um time de especialistas que tem como propósito solucionar toda e qualquer necessidade de relacionamento das empresas. Aliando a inovação e a tecnologia como principais estratégias. 

Trabalhamos para proporcionar excelentes experiências de atendimento e relacionamento entre empresas e seus clientes. Com a mudança realizada pelo digital, pudemos alcançar resultados maiores e melhores. 

“O que antes era feito em torno de 4 minutos, agora conseguimos realizar em menos de 2 minutos. Tudo isso graça ao desenvolvimento e experiência do nosso time de tecnologia. O que surpreendeu não só a nós, mas também ao nosso cliente, um grande banco reconhecido nacionalmente”, completa Tadeu.  

Quer saber mais sobre todas as nossas soluções? Acesse nosso site: paschoalotto.com.br 

Conte com quem é especialista em relacionamento há mais de 20 anos.  

 

Posts recomendados
Deixe um comentário